Login:  
Senha:
 


A
parelho de Protração Mandibular


 

Devido ao fato dos aparelhos tipo "APM4" e "APM4 modificado" estarem causando grande desconforto a alguns pacientes, resolvemos, em conjunto com os profissionais do CORA (Centro Odontológico Rodrigues de Almeida / Bauru-SP), desenvolver novas modificações no aparelho para não ferir os tecidos internos da cavidade bucal. 

Estamos propondo as seguintes modificações no Aparelho de Protração Mandibular:

  • A haste mandibular (principal ponto de ferimento da mucosa) trabalhará sempre dentro do tubo telescópico maxilar;

  • Uma proteção por distal no tubo maxilar deve proteger a mucosa do paciente;

  • O tubo maxilar mais longo manterá o aparelho sempre articulado, sem a necessidade da haste mandibular ultrapassar o comprimento deste;

  • Neste modelo, a adaptação da trava  no tubo molar superior pode ser tanto de distal para mesial quanto de mesial para distal.

  • Os clientes do laboratório PEO têm acesso ainda a outros detalhes, que possibilitam mais estabilidade e fixação do aparelho, disponibilizados a partir da senha e login do cliente especial Peo.


Confira imagens das modificações do APM PEO na área exclusiva para
clientes PEO cadastrados.
  Praça Major Carlos Neves, 36 | Dois Córregos, SP | peo@peo.com.br     laboratorio@peo.com.br laboratorio@peo.com.br